Blog

Quem vive de passado é museu

Existe uma frase, que é dita tantas vezes, que é um tanto quanto assustadora e nos preocupa, principalmente quando a gente já passou de uma certa idade, ela diz mais ou menos assim: “quando a gente passa a ter mais passado do que futuro quer dizer que a gente está ficando velho”.

Infelizmente isso é verdade! Quando a gente chega numa certa idade onde temos mais passado do que futuro, significa que a gente está ficando velho.

Porém, isso não é apenas para idade. Eu percebo que muita gente vive realmente do passado e não consegue olhar para o futuro

Por exemplo, tem gente que só lembra da viagem que fez há anos, mas não planeja uma viagem para a próxima férias. Ou tem aqueles que apenas vivem se lembrando das pessoas boas com quem já conviveram, mas não saem e procuram fazer novos amigos ou construir novos relacionamentos… 

E essas pessoas são daquele tipo nostálgico, o que não é ruim, porém se esquece de olhar para frente, não projeta nada para o futuro e não enxerga nada para o futuro, não sonha, não planeja, não sai da estagnação.

Isso pode significar que a pessoa esteja mesmo morrendo aos poucos. Pois quer dizer que ela tem muito mais vida para trás do que para a frente. E eu não estou falando de idade, mas de intensidade de vida.

Então, faça um questionamento a você mesmo.

Será que você não está vivendo apenas do que já conquistou e está deixando de enxergar o que você pode conquistar para viver ainda mais?

Se sim, tome cuidado! Pois quem vive de passado é museu.

Para saber mais sobre Marcelo de Elias, o fundador e curador da Universidade da Mudança e conhecer as palestras que ele tem à disposição do seu evento, basta entrar neste link.

Mas se você quer assistir trechos de palestras do Marcelo de Elias, aproveite nossa seleção com alguns deles.

Ou quer saber mais sobre mudanças, competências e o mundo VUCA? Então baixe gratuitamente o e-book “As Novas Competências para o Mundo VUCA”.

Menu

Conselhos que todo gestor gostaria de ter recebido antes de aprender errando