Blog

Mudar tem risco? Insistir nas mesmas fórmulas pode ser mais perigoso!

Mudar tem risco?

Insistir nas mesmas fórmulas pode ser mais perigoso!

Existem riscos em mudar, isso é óbvio, pode sim ser perigoso! E esta é sempre a minha resposta para a pergunta no título deste texto, além de poder complementar ainda mais:

Num mundo de grandes e constantes transições, fazer sempre a mesma coisa ou insistir do velho é mais perigoso do que tentar algo novo.

Pois é,  o mundo muda de forma tão radical, tão rápida, tão simultânea e tão intensa que se a gente insistir nas mesmas fórmulas corremos mais riscos do que ao tentar algo novo. Além de que, continuar sendo e agindo igual não vai te garantir segurança e muito menos sucesso em nada na vida.

Claro que isso não significa que se deve mudar de qualquer jeito ou até mudar por mudar e sem planejar. Assim não vale a pena. Antes, entenda o porquê que você não quer mudar, ou seja, qual o motivo da sua resistência à mudança. E, então, entenda que algo precisa realmente ser diferente, assuma o risco da mudança, ciente que insistir no velho é mais perigoso.

Sendo assim, entenda a mudança como algo favorável, apesar dos riscos, e como algo necessário para a sustentabilidade da sua empresa, da sua carreira e da sua vida. E não tenha medo de mudar, pois isso deve acontecer para que você se desenvolva e também ajude o seu emprego, a sua casa, a sua vida e o mundo a serem melhor.

Se você quer saber mais sobre Marcelo de Elias, o fundador e curador da Universidade da Mudança, e conhecer as palestras que ele tem à disposição do seu evento, basta entrar neste link.

Mas se você quer assistir trechos de palestras do Marcelo de Elias, aproveite nossa seleção com alguns deles.

Ou quer saber mais sobre mudanças, competências e o mundo VUCA? Então baixe gratuitamente o e-book “As Novas Competências para o Mundo VUCA”.

Menu

Conselhos que todo gestor gostaria de ter recebido antes de aprender errando