fbpx

Blog

Como ter conversas difíceis – A importância da Comunicação Não Violenta (CNV) no Trabalho

Existem momentos em que a comunicação é especialmente crítica. Imagine a necessidade de dar uma má notícia à sua equipe, fornecer um feedback mais severo a um líder, comunicar ao cliente que algo desejado não será possível, repreender um parceiro de negócio por um problema ou discutir um ponto controverso com um colega. Nessas situações, a maneira como você comunica pode influenciar significativamente os resultados.

A habilidade de lidar com conversas difíceis é uma competência essencial no ambiente de trabalho. Conflitos, feedbacks corretivos, negociações e até mesmo discussões sobre salário exigem uma comunicação clara e eficaz.

A Comunicação Não Violenta (CNV) desenvolvida por Marshall Rosenberg e os conceitos do livro “Conversas Cruciais- Habilidades Para Conversas de Altos Interesses” de Kerry Patterson e outros autores, oferecem ferramentas e ideias poderosas para transformar essas interações em oportunidades de crescimento e entendimento.

Entendendo a Comunicação Não Violenta (CNV)

A CNV é uma abordagem que busca promover a empatia e a compreensão mútua. Em vez de focar em críticas ou julgamentos, a CNV incentiva a expressão de necessidades e sentimentos de maneira honesta e respeitosa. No ambiente de trabalho, essa prática pode ajudar a reduzir conflitos, melhorar a colaboração e criar um clima de confiança.

Os Quatro Componentes da CNV:

1. Observação: Descreva a situação de forma objetiva, sem julgamentos ou avaliações. Por exemplo, ao invés de dizer “Você sempre chega atrasado”, você poderia dizer “Notei que você chegou atrasado três vezes esta semana”.

2. Sentimentos: Expresse como a situação afeta você emocionalmente. Use declarações que comecem com “Eu sinto” para evitar acusações. Por exemplo, “Eu sinto preocupação quando os prazos não são cumpridos”.

3. Necessidades: Comunique suas necessidades relacionadas à situação. Isso ajuda a esclarecer o que está por trás dos seus sentimentos. Por exemplo, “Eu preciso que nossa equipe cumpra os prazos para mantermos a qualidade do nosso trabalho”.

4. Pedidos: Faça um pedido claro e específico que possa atender às suas necessidades. Por exemplo, “Você poderia me avisar se vai se atrasar e ajustar seu cronograma para cumprir os prazos?”

Aplicando Conceitos de “Conversas Cruciais”

No mundo corporativo, a comunicação eficaz é essencial para o sucesso. Não se trata apenas de transmitir informações, mas de criar conexões e resolver conflitos de maneira construtiva.

Uma comunicação decisiva, ou conversas cruciais, pode fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso em diversas situações. Este conceito é detalhado no livro “Conversas Cruciais”, que vendeu mais de 3 milhões de cópias e oferece um sistema valioso para aprimorar nossas interações.

As ideias do livro complementam a CNV ao fornecer um sistema para lidar com discussões onde os interesses são altos, as opiniões divergem e as emoções são fortes.

Aqui estão alguns dos principais conceitos do livro que podem ser aplicados:

Trabalhar em Si Mesmo Primeiro

Antes de iniciar uma conversa difícil, é crucial trabalhar em sua mentalidade e narrativa interna. Pergunte a si mesmo qual é a sua real intenção e como você pode abordar a conversa de maneira construtiva. Isso envolve entender seus próprios sentimentos e necessidades, assim como estar preparado para ouvir e considerar os sentimentos e necessidades do outro.

Criar um Ambiente Seguro

Para que uma conversa crucial seja produtiva, é necessário criar um ambiente onde todos se sintam seguros para expressar suas opiniões. Isso pode ser feito estabelecendo intenções claras, sendo transparente sobre seus objetivos e mostrando respeito pelas perspectivas dos outros.

Ter Cuidado com as Narrativas Internas

Um aspecto crucial é entender as narrativas internas que moldam nossas ações e sentimentos. Por exemplo, se alguém que normalmente cumprimenta você não o faz em um determinado dia, sua reação pode ser influenciada pela história que você cria em sua mente sobre o motivo. Isso pode gerar sentimentos negativos e impactar suas ações subsequentes.

Por isso, ao abordar alguém, seja claro sobre suas intenções. Por exemplo, ao fornecer feedback, você pode iniciar dizendo: “Minha intenção não é criticar, mas contribuir para melhorar nosso trabalho.” Isso ajuda a minimizar interpretações negativas e torna a comunicação mais eficaz.

Focar em Necessidades, Não em Posições

Em vez de insistir em uma posição específica, foque nas necessidades subjacentes. É comum que as pessoas defendam posições rígidas por se sentirem ameaçadas ou incompreendidas. Ao identificar as necessidades por trás das opiniões, é possível encontrar soluções que beneficiem a todos.

Por exemplo, se um colega deseja alterar um projeto que você desenvolveu, explore as razões por trás desse desejo. Pode ser que ele esteja preocupado com a qualidade ou prazos, e ao entender essas necessidades, você pode encontrar algo que atenda a todos.

Buscar a Comunicação Aberta e Honesta

Ao preparar-se para uma conversa crucial, a clareza na comunicação de intenções é vital. Evite julgamentos e especulações sobre as ações ou intenções dos outros. Em vez disso, pergunte o motivo por trás das posições para entender as necessidades subjacentes.

Além disso:

– escute atentamente o que o outro tem a dizer, sem interrupções,

– mantenha uma postura receptiva, mesmo que discorde,

– demonstre interesse fazendo perguntas abertas e parafraseando o que ouviu.

– expresse seus pensamentos e sentimentos de forma clara, concisa e respeitosa,

– evite usar linguagem acusatória ou emocionalmente carregada,

– utilize o “eu” em vez do “você” para assumir a responsabilidade por suas emoções e evitar colocar o outro na defensiva.

Ter Empatia: A Ponte para a Compreensão

Coloque-se no lugar do outro e tente entender suas perspectivas e sentimentos. A empatia gera conexão e facilita a resolução de conflitos. Demonstre que você compreende a situação do outro, mesmo que não concorde com suas ações.

Trabalhar em Conjunto por Soluções

Abordar a conversa como uma colaboração, e não como uma disputa, é essencial. Trabalhem juntos para encontrar soluções que atendam às necessidades de todos os envolvidos. Seja flexível e disposto a negociar e flexibilizar, buscando um acordo vantajoso para todos. É importante pensar ganha-ganha.

Tomar Ação Construtiva

Após a conversa, é essencial tomar ações concretas para resolver os problemas discutidos. Isso pode envolver criar um plano de ação, ajustar comportamentos ou implementar mudanças necessárias. A ação não apenas resolve a questão imediata, mas também demonstra compromisso com a melhoria contínua e a colaboração.

No vídeo a seguir, extraído de um curso online, pode ajudar a esclarecer alguns pontos essenciais para o sucesso na comunicação em momentos desafiadores:

Caso sua empresa precise de apoio para desenvolver os colaboradores e líderes para que conduzam conversas difíceis com mais assertividade e resultados, entre em contato comigo. Penso que poderei ajudar através de palestras, workshops e consultorias.

Fale com nossa empresa por aqui: https://acesse.one/GSnq8

____________________________________________________________________________________________________

MARCELO DE ELIAS é Linkedin Top Voice. Mestre em inovação e design com MBAs em Estratégia (USP), Gestão de Pessoas (FGV), formação internacional em gestão da mudança em tempos desafiadores (University of Tampa/EUA) e pós-graduado em neurociência e psicologia positiva (PUC).

Conteudista especialista em liderança, protagonismo e gestão de mudanças, é professor da FGV, FDC e outras escolas de negócios. Escritor e fundador da Universidade da Mudança.

Pioneiro no assunto “Inner Skills” no Brasil.

Atende grandes clientes como GPA/ Pão de Açúcar, Cobasi, Neoenergia, Leroy Merlin, SBT, Marisa, Carrefour, MSD/Merck, Elanco, Kawasaki, GM, Fiat, Raízen/Shell, DHL, Caixa, Bradesco, Unilever, Bettanin/InBetta, Sebrae, SESC, Sabesp, Banco da Amazônia, Justiça Federal, Ministério Público, INPE, Usiminas entre outros de diversos segmentos.

Através de mensurações na metodologia NPS junto aos contratantes, o índice de recomendação é de 100%.

As palestras não são “produtos de prateleira”, mas sim, projetos 100% personalizados e customizados para cada realidade, considerando as necessidades a serem atendidas, a cultura do cliente e o perfil do público.

Quer saber mais sobre MARCELO DE ELIAS e como ele pode ajudar a sua empresa nos desafios relacionados às mudanças, inovações, liderança e protagonismo pessoal, clique aqui: http://marcelodeelias.com.br/

Se quiser saber mais sobre o que fazemos, conheça nosso media-kit: https://marcelodeelias.com.br/portfolio/

Se desejar um orçamento sem compromisso ou entender mais sobre nossos trabalhos e em que podemos ajudar sua organização, entre em contato com nossa equipe por aqui: https://marcelodeelias.com.br/contato/


Deprecated: stripos(): Passing null to parameter #1 ($haystack) of type string is deprecated in /home/u369468197/domains/marcelodeelias.com.br/public_html/wp-includes/functions.wp-scripts.php on line 133