Blog

Amor é diferente de Amar

Existe uma diferença crucial entre “amor” e “amar”. Pois sentir amor é diferente de amar com atos de verdade.

Sentir amor é apenas um sentimento. Amar é um verbo que indica ação, prática. E é muito perceptível situações em que as pessoas amam as outras no que diz respeito ao sentimento, mas não ao que diz respeito a atitudes e práticas relacionadas aos seus comportamentos.

Por exemplo, um pai ou uma mãe pode amar o filho com sentimento, mas se não demonstrar o amor que sente poderá ser interpretado como quem não ama o filho. E claro, isso aplica a qualquer tipo de relação, inclusive para quem diz que ama o seu trabalho

Então o amor que realmente vale é aquele que é praticado, que nasce do amor sentimento.

Só que o amor sentimento apenas não basta. E por isso devemos de fato colocar em primeiro plano atitudes relacionados ao verbo amar.

Ou seja, se você ama alguém, realmente demonstra que ama, através de atitudes, apoio, atenção, carinho… Isso é vivenciar o amor.

E como você tem amado? Vivendo o amor ou apenas o sentindo e o tendo dentro de você? Se está apenas sentindo amor, deixe ele virar atos concretos como gestos de carinho, de lembranças, de importância e viva bem o amor.

Para saber mais sobre Marcelo de Elias, o fundador e curador da Universidade da Mudança e conhecer as palestras que ele tem à disposição do seu evento, basta entrar neste link.

Mas se você quer assistir trechos de palestras do Marcelo de Elias, aproveite nossa seleção com alguns deles.

Ou quer saber mais sobre mudanças, competências e o mundo VUCA? Então baixe gratuitamente o e-book “As Novas Competências para o Mundo VUCA”.

Menu

Conselhos que todo gestor gostaria de ter recebido antes de aprender errando